terça-feira, setembro 14, 2010

Não vamos bem

.


La Central de Trabajadores de Cuba (CTC) emitió un comunicado público en el que anuncia el despido de 500 mil trabajadores estatales durante un período comprendido entre los meses de octubre del este año y el primer trimestre del 2011.
Como contrapartida se informa que se ofrecerán plazas en sectores deficitarios de la economía y que se abrirán nuevas posibilidades para el trabajo por cuenta propia, aumentando el número de permisos y otras prestaciones.
La CTC afirma que el "Estado no puede ni debe continuar manteniendo empresas (…) con plantillas infladas y pérdidas que lastran la economía, (…) generan malos hábitos y deforman la conducta de los trabajadores".
BBC Mundo logró conocer los detalles de ese plan gubernamental que dará mucho más peso a la iniciativa privada en la economía.
El número de trabajadores por cuenta propia se dispara, además de que se les autoriza a crear pequeñas empresas.
Ver mais AQUI

Esta notícia, carregada de simbolismo, é o canto do cisne da concepção do Socialismo como monopólio do Estado em todas as esferas da vida social e nomeadamente no plano económico.
Como a China tinha mostrado, e agora Cuba se vê forçada a reconhecer, a alternativa às limitações e aos desmandos da empresa assalariadora capitalista não é a subordinação de todo o emprego à tutela do Estado. A alternativa ao mecanismo capitalista, que continua por definir, terá que ser uma organização de produção de novo tipo em que os cidadãos, enquanto tal, colaborem e cooperem na produção e distribuição justa da riqueza.
Infelizmente, mesmo que de forma envergonhada, muita gente séria de esquerda continua a apostar nesta via insustentável do "socialismo real" em vez de procurar superá-la.
Os resultados estão à vista.

.

.

6 comentários:

candido disse...

HÁ QUE DEIXAR A CABEÇA PENSAR NOUTRO OUTRO CODIGO DE FORMATAÇÂO MEU CARO!

Anónimo disse...

Sim,meu caro.Mas o capitalismo não é a soluçãO,aliás, as crises são intrinsecas ao seu funcionamento limitado(só uma parte da população mundial está empregada/explorada/escravizada) e,cada vez são mais profundas e frequentes(já estamos na 2ª Depressão a seguir à de 2008!!!),estamos à beira de algo e não estoum nada optimista.O capitalismo não 'dá' mais condições de vida antes as tira e,agora é o tempo de tirar até ao tutano.Com a propaganda cerrada,as manobras de diversão de vento em popa ,é tempo de acontecimentos tenebrosos para a história da humanidade.
Dos gajos que provocaram a crise(não,não foram as greves 'selvagens' q os partisans do 'a minha politica é o trabalho'(cretinos)),não são eles que vão concertar o mal que fizeram!!!!
Ouvi à bocado o paulo teixeira pinto a mandar bitaites sobre a revisão constitucional.É precisoser do mais baixo possível,ele e o PSD,o partido com mais escroques,corruptos,aldrabões por metro quadrado.Esta gente tem que ser arredada de uma vez por todas!!!!!

candido disse...

Meu caro anónimo:
Não adianta pegar em pensamentos feitos. O mundo está diferente, pois o pleno ou parcial emprego é impossível para todos. Não há ideia capaz de concretizar este principio.
Depois é o que se vê! É normal o enriquecimento de alguns com a crise. Desde quando não foi assim? Não tem nada a ver com capitalismo, tem a ver com a natureza humana, que quando apanha uma oportunidade sai do rego! Também acho que se aparece um Salvador que garante o acerto da lavoura isto vai...para o caraças.
Abraço

F. Penim Redondo disse...

Caro anónimo,

"Mas o capitalismo não é a soluçãO", concordo plenamente.
Por isso é que é preciso encontrar um novo caminho que não tenha já sido trilhado e falido.

planeta dos macacos disse...

http://www.cubadebate.cu/especiales/2010/09/15/el-bloqueo-sigue-siendo-un-acto-de-genocidio-y-de-guerra-economica-infografias/

planeta dos macacos disse...

http://www.cubadebate.cu/noticias/2010/09/20/cuba-el-pais-del-mundo-con-mayor-tasa-de-matricula-universitaria-segun-la-unesco/