terça-feira, setembro 07, 2010

Escolas novas ou nova escola ?



Primeiro Ministro anunciou a inauguração de 100 novas escolas durante a comemoração dos 100 anos da República, dia 5 de Outubro. Depois do brilharete das creches segue-se a girandola das escolas. Para glória própria.

Só é pena que se fale das escolas novas como se fossem a nova escola de que o país precisa e que tarda em nascer.

.

3 comentários:

candido disse...

Viva Penim
É uma questão pertinente que não vejo ser agarrada como deve. O conhecimento adquirido serve para entrar em Univ ou espécie disso. Quem não for, não está habilitado para entrar no mercado de trabalho.
Eu vou deixar-te aqui um testemunho: sou sócio de uma empresa de manutenção de edifícios. Necessitei de electricistas, pintores e pedreiros (serventes) e só me aparecia gente completamente INAPTA. Então estes africanos que chegam, é comovente, pois não sei onde poderão governar a vida. Os profissionais, são poucos e estão em geral no desemprego ..... Onde iremos buscar carpinteiros? nessas Universidades!
Aprendizes acabaram e quem der trabalho a quem quer aprender, é preso. Tem que ir para a escola que detesta, quando podia aprender com quem ainda sabe trabalhar. Depois venham dizer que são as empresas a ter que dar formação! Agora nem a IBM. Tens self study e é um pau.
Abraço
Ps. não reaça é verdade.

F. Penim Redondo disse...

Viva Cândido
a escola tem que ser um local de trabalho, de responsabilidade e de socialização. Mesmo que o edifício seja velho.
Sem isso, mesmo que as instalações sejam reluzentes, é muito difícil obter os resultados necessários.

candido disse...

Viva Penim
Pensa bem nas alterações que tem havido nos objectivos do ensino. Agora pensam que é essa porcaria de computadeiras que vão dar alavancagem, é giro, ao desenvolvimento do interior. Vem cá beber um copo e vais ver a fibra óptica enterrada sem fazer coisa alguma; o kanguru trabalha quando quer. A escola é um centro de aprendizagem sem objectivos, os currículos estão sempre ajustados aos mais fracos, medíocres.Abraços