terça-feira, março 17, 2009

De Amã para Petra

.


Amã acordou com um Sol esplendoroso. O incrível casario que envolve a velha acrópole resplandecia.
Partimos para Petra (de onde estou a escrever) via Madaba e Monte Nebo. Neste último, dizem, Moisés olhou a Terra Prometida e bateu as botas.
Lá em baixo o Jordão e o Mar Morto num horizonte árido.
Junto duas figuras humanas que me tocaram por motivos diferentes (penso que é óbvio).



Uma mulher polícia que torna amena qualquer captura.
.

1 comentário:

ana disse...

Sr Penim, cancelei a minha conta twitter. sou uma tipa simples :) nåo gosto de seguir rebanhos, aquilo nåo era para mim. prefiro caminhar nos bosques noruegueses, continuar as minhas leituras e os meus pequenos e solitårios prazeres (sou mesmo anti-social ehehe). Foi uma honra e um prazer teclar consigo! Sem menosprezo para com as outras pessoas com que me twitto cruzei, ë de si que guardo o maior respeito e admiracåo! Frequentarei o seu blog todos os dias. Atë sempre. Os meus olhos estaråo postos em si! (nåo podia terminar sem uma pequena maldicåo, ou ainda acabo por chorar). Atë sempre. Ana Ascenso