quinta-feira, janeiro 26, 2012

PAISAGENS

.




.

2 comentários:

Rogério Pereira disse...

A natureza se acomodou ou se enfeitou
Modelo quase perfeito
de inesperadas cores, ora se esbatendo ora se impondo, na luz, ela própria se exibindo. As pedras irrompem e se perfilam alinhadas na claridade dos entardeceres... Água, água e a presença quase constante do céu. Céu sempre com nuvens, ainda que ténues, ralas... De quando em quando a presença do homem, o mais raro e estranho ocupante dessas paisagens que tão bem soubeste fixar...

Parabéns, pá.

F. Penim Redondo disse...

Obrigado, pá.
Falas como um livro aberto na página certa.