quinta-feira, maio 03, 2007

Uma providência cautelar contra a demagogia ?



Como fui em viagem só hoje tive oportunidade de experimentar o célebre Tunel do Marquês.

Depois de todo o arraial à volta da "obra" estava à espera de algo tenebroso mas, em vez disso, deparei com um tunel arejado e bem sinalizado, com uma inclinação perfeitamente normal, de utilidade evidente.



Quando é que a política deixará de ser uma guerrilha em que vale tudo o que "entale" o adversário mesmo que prejudique o conjunto dos cidadãos ?

Alguém dizia há dias que os prejuízos resultantes dos embargos das obras deviam ser facturados ao cidadão Sá Fernandes. Eu sou mais comedido, quero apenas uma providência cautelar contra a demagogia.

Será pedir muito ?

3 comentários:

Jorge Nascimento Fernandes disse...

Recomendo ao Fernando que leia este interessante post que tem o título expressivo "Carmona é de outra casta"
http://oblogdosquequeremquecarmonafique.blogspot.com/2007/05/carmona-rodrigues-de-outra-casta.html

Para perceber o que está neste momento a defender

Portugal Diário disse...

O túnel do Marquês de Pombal passou esta segunda-feira o teste «com positiva alta» no primeiro dia útil depois de duas semanas com feriados, com o único reparo dirigido ao funcionamento dos semáforos na zona das Amoreiras, escreve a Lusa.

O trânsito naquela zona (onde se localiza este novo acesso ao centro da cidade) circulava com normalidade, sem qualquer congestionamento, no período de maior intensidade (entre as 07:30 e cerca das 09:00).

Vários automobilistas que entraram em Lisboa por aquela passagem subterrânea fizeram, em declarações à agência Lusa, um «balanço positivo» do comportamento do túnel nas já quase duas semanas de funcionamento.

Um automobilista de Cascais disse à Lusa que os efeitos na fluência do trânsito se fazem sentir, não apenas na entrada em Lisboa, mas também nas filas que habitualmente se formavam a partir da descida da Pimenteira.

Utilizador diário da A5 apesar de considerar a abertura do túnel «muito positiva» para o descongestionamento do acesso ao centro de Lisboa, este condutor considerou, no entanto, que os semáforos à entrada do túnel prejudicam o fluxo do tráfego.

Um outro condutor disse à Lusa que há períodos do dia em que os semáforos demoram quase «um minuto à abrir» e que isso se nota de imediato no trânsito. Ainda assim, defendeu que os semáforos deviam estar intermitentes, mas reconheceu que o trânsito nesta zona «melhorou muito», sobretudo devido à separação do tráfego pelas várias alternativas de saída daquela passagem subterrânea. No seu caso particular diz que hoje faz em 20 minutos um percurso que anteriormente, em alguns dias, demorava mais de uma hora.

Um funcionário de um hotel próximo destacou «o desaparecimento do trânsito» na Praça Marquês de Pombal que, em certas alturas do dia, tornava aquela «zona insuportável».

Anónimo disse...

Dá raiva...como as pessoas esquecem rapidamente as coisas...Esse senhor devia vir a público pedir desculpas. "Assassinam" a carreira dos outros em nome do egoísmo destrutivo. Não há governo que aguente assim...enquanto continuarmos no vale dizer tudo!