sexta-feira, janeiro 17, 2014

A irrespirável gravidade

.



Pacheco Pereira na Quadratura do Círculo

.

1 comentário:

Luis disse...

Eu não diria honesto,afirmaria que se podia tratar de um cidadão responsável,preocupado com a sua saúde física e mental e
não divorciado daquilo que julga ser razoável para a sociedade em que vive.