domingo, abril 14, 2013

O Stand-Up do Engenheiro


.



O Stand-Up do Engenheiro
Hoje finalmente percebi aquilo que há tanto me intrigava nas intervenções televisivas do Engenheiro. Desde os tempos em que ele fazia tête-à-tête semanal com o Santana Lopes.
Em comparação com Santana, um espontâneo natural, um Sócrates que encarreirava frases redondas umas atrás das outras sempre me pareceu postiço.
Ao longo da sua ruinosa carreira de primeiro-ministro ele encantou audiências com um debitar fluente de graciosos trocadilhos e metáforas. O seu cérebro parecia uma fonte inesgotável de belos argumentos que, apesar falaciosos, soavam mesmo bem.
O que quase sempre o traía, era uma espécie de ânsia de despejar o saco, independentemente do percurso das interrogações do interlocutor.
Hoje isso foi especialmente claro, apesar de a partenaire nem ser agressiva e se limitar a dar-lhe deixas mais ou menos decorativas.
Então percebi que, tal como um artista do stand-up, o Sócrates encorna uma série de "bonecos" que depois debita durante a pseudo-entrevista, tentando parecer que lhe estão a brotar ideias em directo.
Tem um staff em background a fabricar tiradas de grande efeito e, ele, sem dúvida com grande maestria mas sem contraditório, despeja o chorrilho semanal de PECs IV.


.

3 comentários:

Rogério Pereira disse...

Como comentador dos comentadores, não esgotes os argumentos. O wrestling veio para durar e ainda não aqueceu... (digo eu)

Fernando Torres disse...

Engenheiro só se for INCOMPLETO. Abraço

F. Penim Redondo disse...

É o chamado Engenheiro "à Relvas"