domingo, agosto 12, 2012

Chamem o Paulo, chamem o Paulo

.





PCP exige "apuramento da verdade" sobre submarinos



No caso dos submarinos e do alegado desaparecimento de documentos do Ministério da Defesa como é que ainda ninguém se lembro de os pedir ao Paulo Portas. Então ele não fotocopiou tudo antes de deixar o ministério? 
O que vale é que ainda há pessoas previdentes.

5 comentários:

Rogério Pereira disse...

Boa chapa!

(a expressão do JdeS faz lembrar
o post anterior)

Luís Maia disse...

Não entendo a razão de tanto alarido. por causa do pseudo desaparecimento dos dossiers do chamado caso dos submarinos. Sendo este um caso de compra de armamento tudo deve ser sigiloso de tal modo que até o próprio ministro da defesa, poderá se entender mandar destruir toda a documentação que se prende com o processo de aquisição, por motivos de segurança.

O facto de na Alemanha terem sido presos alguns corruptos pela venda dos submarinos, não quer dizer nada, uma coisa é a empresa que vende outra coisa é um país comprar o segredo exigido é diferente.

Atenda-se que qualquer potência inimiga que nos queira atacar, pode, consultando os documentos, saber o modelo de submarino que comprámos, vir a neutralizar facilmente o equipamento, por consequência eis uma boa razão para destruir toda a papelada

antónio m p disse...

Pois claro, um submarino é uma coisita que se esconde em qualquer canto e o respectivo manual de instruções - passe a expressão - deve ser queimado antes de chegar aos operadores da nave - afinal ela não vai ser usada e não...

antónio m p disse...

Esclareço que o meu comentário anterior se refere ao comentário do sr. Luis Maia.

JS disse...

O Jerónimo não ouviu a cândida senhora esclarecer que não há corrupção em Portugal.