terça-feira, abril 28, 2015

segunda-feira, abril 27, 2015

No divã


sexta-feira, abril 24, 2015

quarta-feira, abril 22, 2015

domingo, abril 19, 2015

quarta-feira, abril 15, 2015

É tudo uma questão de "cenário"



o termo foi muito bem escolhido.
O "cenário", termo importado do teatro, é uma ilusão que esconde a inenarrável tralha que atravanca o fundo do palco.
À frente do cenário é onde se cria um mundo que só existe na nossa imaginação condescendente.
Que fique claro que gosto imenso do teatro e do que ele ensina. 
Mas enquanto que no fim de uma peça teatral voltamos pacatamente para casa, no fim das tiradas do Costa à frente do seu "cenário" corremos o risco de acabar, como da outra vez, na bancarrota.

terça-feira, abril 14, 2015

Solidários com quem ?



Fará sentido pedir a um trabalhador da Lituânia ou da Letónia, por exemplo, que financiem a Grécia com os seus impostos ?

segunda-feira, abril 13, 2015

O anti-nóvoas


António Guterres era o candidato ideal do PS à Presidência da República.
Não tanto pela sua notoriedade mas porque, conhecido como é o seu pendor para as emergências, a sua vinda convertia Portugal numa espécie de zona de catástrofe.
Felizmente hoje ele acabou com essa novela deixando claro que não somos suficientemente miseráveis para justificar o seu incómodo.

sexta-feira, abril 10, 2015

quinta-feira, abril 09, 2015

O Sal da Terra



O Sal da Terra
hoje fui ver o comovente filme que descreve a carreira do grande Sebastião Salgado. Mais do que fotografia trata de um percurso de vida impressionante.
Salgado esteve, durante décadas, em locais incríveis e viu/fotografou acontecimentos arrepiantes.
Quando começava a desesperar com a espécie humana foi salvo por uma focagem mais ampla, no espaço e no tempo.
Esse olhar sobre o planeta terra, com as suas imensidões intocadas e com os seus ritmos milenares, ajudou-o a relativizar os absurdos e as barbáries que persistem na sociedade humana.
O projecto GENESIS, resultado destas viagens pelo planeta, vai estar em exposição na Cordoaria a partir de amanhã.

Nome próprio


sexta-feira, abril 03, 2015

Tragédia estatística

.




Cada vez me convenço mais de que a Grécia tem não só uma "tragédia humanitária" como uma tragédia estatística.
Mesmo que o governo queira tomar medidas positivas é quase impossível determinar a extensão dos seus efeitos, por causa da enorme insuficiência estatística que resulta do elevadíssimo grau de informalidade da economia grega.