sexta-feira, fevereiro 27, 2015

A justificação não pega.



A justificação não pega.
Costa grita todos os dias que o país está uma desgraça sem se preocupar com as repercussões que isso pode ter na imprensa internacional, que o escuta com curiosidade por ele ser o putativo próximo primeiro ministro.
Agora quer convencer-nos de que foi numa remota e recôndita sessão para chineses que resolveu preocupar-se com a má fama do país. Mais depressa acredito que, naquele ambiente pouco mediático, Costa pensou que podia dizer impunemente o que qualquer pessoa sabe (mesmo que evite dizê-lo)

terça-feira, fevereiro 24, 2015

sexta-feira, fevereiro 20, 2015

terça-feira, fevereiro 17, 2015

Leninista involuntário







.

O equivoco grego





O equivoco grego

a questão não é escolher entre ser um mendigo que faz pena ou um mendigo que mete medo. 
A questão é como deixar de ser mendigo.

domingo, fevereiro 15, 2015

quarta-feira, fevereiro 11, 2015

segunda-feira, fevereiro 09, 2015

Austeridade fazem os alemães



Austeridade fazem os alemães
só se dá ao luxo de ser austero quem, podendo gastar mais, gasta menos.
É portanto uma escolha. A moderação dos gastos que constatei espantado nas ruas de Berlim ou de Oslo.
Os países pobres não vivem em austeridade mas sim na penúria ou, em certos casos, na miséria extrema. No fundo precisam de tomar medidas no plano económico, social e cultural para um dia poderem, se quiserem, decidir ser austeros.
O "engenheiro" José Sócrates acaba de contribuir, involuntáriamente, para a demonstração da incompreensão social desta abordagem.
Instado sobre a sua vida sumptuosa em Paris, sem meios para tal, achou que seria uma boa resposta dizer que o fazia com empréstimos de um amigo.
Mesmo admitindo que tal seja verdade é revelador que ele exiba essa falta de austeridade na presunção de que será compreendida e bem recebida pelos portugueses.

Requiem de Campra



Requiem de Campra

há muitos anos decidi que, a haver música no meu velório, gostaria que fosse esta. 
Ainda não mudei de ideias.

sexta-feira, fevereiro 06, 2015

Audições

.






Durante umas arrumações fui dar com os cadernos onde registava as audições.
Aqui ficam três páginas do ano 1989.

quarta-feira, fevereiro 04, 2015

A Democracia é o caminho



os gregos deram o exemplo e fizeram umas eleições baseadas na pergunta "quem quer deixar a austeridade?".
Os europeus todos devem fazer um referendo com a pergunta "quem quer continuar a mandar dinheiro para a Grécia?".
É preciso acabar com o défice democrático em que a Europa tem vivido.

terça-feira, fevereiro 03, 2015

A Jihad Helénica




A Jihad Helénica
Pobre Europa. Luta desesperadamente para não se afundar na globalização, sob a ameaça da China e dos países produtores de petróleo. Com Putin à ilharga.
No momento em que era imprescindível unir forças e manter a disciplina, para adoptar as medidas necessárias à competitividade global, a Europa está a ser varrida por todo o tipo de populismos irracionais e nacionalismos anacrónicos.
O último episódio desta decadência, que demonstra a falta de instituições com autoridade para gerir a crise, é a chantagem da Grécia.
Exige novos "fundos" para alimentar o mesmo buraco onde já foram despejados mais de 400 mil milhões de euros (que se esfumaram sem deixar rasto). Para isso Tsipras e Varufakis não hesitam em ameaçar com a detonação da bancarrota e a implosão do Euro.

segunda-feira, fevereiro 02, 2015